Tag Archives: espanhol

data-comemorativa

Principais datas comemorativas na Espanha

Dominar um novo idioma não significa apenas aprender a falar e compreender a língua. Para realmente aprendermos uma nova linguagem, também é necessário saber sobre a cultura dos povos que a falam. Claro que conhecer a fundo uma nova cultura passa por muitos aspectos e, de modo geral, é impossível saber de tudo sem ser nativo, mas ter conhecimento de alguns detalhes pode ajudar a aprender muito melhor.

É o caso das datas comemorativas. Sabendo quais são as datas comemorativas principais de um país você aprende um pouco de história, um pouco das tradições e compreende o que aquele povo valoriza.

Por isso, se você está aprendendo espanhol, não deixe de conferir quais são as principais datas comemorativas da Espanha!

6 de janeiro – Día de Reyes (Dia de Reis)

Apesar de estar marcado nos calendários, esse não é um feriado comemorado no Brasil. Já na Espanha, é um dia em que as crianças deixam seus sapatos fora de casa para que os Reis Magos coloquem presentes dentro deles. As comemorações começam na noite do dia 5, em que os Reis Magos desfilam em carros ou mesmo camelos pelas cidades da Espanha.

14 de fevereiro – Día de San Valentín (Dia de São Valentim)

Assim como na maioria dos países, o dia dos namorados espanhol se comemora no Dia de São Valentim. A lenda conta que Valentim era um padre romano que viveu no século III d.C. Ele casava os namorados em segredo, quando eles eram proibidos de se casarem. Quando foi descoberto, o padre foi preso e, então, decapitado em 14 de fevereiro de 270. Por isso, até hoje se comemora o dia dos namorados nessa data.

19 de março – Las Fallas de Valencia (As Falhas de Valência)

A cidade de Valência se prepara o ano inteiro para o dia das Fallas. As Fallas são bonecos gigantes, com até 10 metros de altura, e cada bairro da cidade constrói a sua com características que criticam ou relatam os costumes da região. No dia 19 de março, as ruas se enchem dessas figuras gigantescas, verdadeiras obras de arte que competem pela sua criatividade.

No penúltimo sábado do mês acontece a festa principal, quando uma das Fallas é eleita a melhor do ano e todas as outras são queimadas. Essa é uma das maiores festas da Espanha.

6 de dezembro – Día de la Constitución (Dia da Constituição)

Assim como no Brasil, na Espanha também se comemoram datas históricas e políticas. Um exemplo é o Dia da Constituição. No dia 6 de dezembro de 1978 foi aprovada a atual constituição espanhola, a norma jurídica suprema do país. Ela foi escolhida pela população através de um referendo, com mais de 80% de votos contabilizados a favor.

28 de dezembro – Día de los Santos Inocentes (Dia dos Santos Inocentes)

O Dia dos Santos Inocentes é uma comemoração de origem cristã. Ela faz referência ao episódio da Bíblia em que o Rei Herodes, com o intuito de assassinar o recém-nascido Jesus, dá a ordem de matar todas as crianças recém-nascidas da região.

Hoje em dia, no entanto, essa data também é celebrada como “Dia das Bromas”, um dia semelhante ao Dia da Mentira (1º de Abril) no Brasil.

Conhecendo mais essas datas comemorativas você aprende sobre a cultura espanhola e essa é a melhor maneira de aprender um idioma: emergindo-se totalmente em uma nova cultura.

Você conhece outras datas comemorativas da Espanha? Compartilhe com a gente!



falar-espanhol

Conheça as 7 principais dificuldades ao aprender espanhol

O espanhol é considerado o terceiro idioma mais falado em todo o mundo e seu domínio é profissionalmente valorizado em muitos países, como Estados Unidos e até mesmo o Brasil.

Mas quais são os principais desafios das pessoas ao aprender o idioma espanhol? Acompanhe os detalhes a seguir e conheça as sete principais dificuldades que podem estar atrapalhando o seu aprendizado.

1. Semelhanças entre o Português e o Espanhol

Esta é provavelmente uma das principais dificuldades ao aprender espanhol e não é por acaso que ela entra em primeiro lugar em nossa lista.

De fato, o espanhol é um idioma muito parecido com o português em suas raízes. Podemos, por exemplo, conversar com um nativo ou simplesmente assistir um filme em espanhol e compreender muitas palavras e frases inteiras. Em um primeiro momento, tudo isso pode parecer muito bom, não é mesmo? Mas, de que forma, então, essas semelhanças se tornam um problema? Justamente pelo motivo de o português e o espanhol terem muito em comum, o aluno brasileiro muitas vezes relaxa e não se concentra em aprender a gramática correta, as nuances e particularidades do idioma a ser estudado, no caso o espanhol, por achar que irá entender por completo um texto ou uma conversa por pura intuição, sem se apegar aos pormenores da língua.

Neste caso, a principal dica para superar esse problema é simplesmente tratar a língua espanhola como qualquer outro idioma, da mesma forma como o inglês, o francês, entre outros. Ou seja, procure entender os conceitos da língua em vez de compara-la com o nosso bom e velho português.

2. Falsos Cognatos

Assim como no idioma inglês, os falsos cognatos também aparecem em peso no espanhol, trazendo dificuldades para quem pretende aprender este idioma.

A dica básica aqui é: quanto maior for o seu domínio no vocabulário espanhol, menores serão as chances de errar. Portanto, leia, estude e procure sempre ampliar o seu vocabulário. Abaixo listamos alguns dos principais falsos cognatos em espanhol para que você possa conhecê-los e, assim, vencer essa dificuldade. Na coluna da esquerda estão as palavras em espanhol e, na esquerda, a tradução para o português. 

  • Corvo: Curvo
  • Desabrochar: Desabotoar
  • Embarazada: Grávida
  • Faro: Farol
  • Fecha: Data
  • Garrafa: Jarro
  • Goma: Borracha
  • Novela: Romance

3. Confundir os artigos lo e el

Outra grande dificuldade dos brasileiros ao aprender espanhol é não saber diferenciar os artigos lo e el.

Ao contrário do que muita gente imagina, o artigo masculino “O” em português é equivalente a “EL” em espanhol. Já o artigo “LO” possui uma forma neutra e acompanha adjetivos, advérbios e particípios.

Exemplos:

  • El Hombre (O homem)
  • El coche (O carro)
  • Lo bueno (O bom)

Vale lembrar que esta é a regra básica para o uso do EL e LO em espanhol e, em outros casos, existem regras que devem ser estudadas a fim de utilizá-las em demais ocasiões.

4. Esquecer os pontos de exclamação e interrogação ao abrir frases

Se adaptar quanto ao uso de pontos de exclamação e interrogação invertidos no início de toda frase exclamativa e pergunta também é um dos principais desafios dos estudantes da língua espanhola.

A utilização desses símbolos invertidos tanto no final das frases quando no início (de modo invertido), é uma regra obrigatória na gramática espanhola que indica o começo de uma pergunta ou afirmação.

Alguns exemplos:

  • ¿Cuanto es? (Quanto é?)
  • ¡Estoy tan feliz! (Estou tão feliz!)

Dica: Se estiver usando o computador para treinar o seu espanhol, utilize os seguintes atalhos para criar os sinais invetidos:

Windows

  • Alt + 0191 ou Alt + 168 ou Alt + ? para ¿
  • Alt + 0161 ou Alt + 173 ou Alt + ! para ¡

Linux

  • Alt Gr + shift + ? para ¿
  • Alt Gr + shift + ! para ¡ 

Mac

  • Option + shift + ? para ¿
  • Option + shift + ! para ¡

5. Confundir palavras femininas e masculinas

O gênero de uma determinada palavra nem sempre é o mesmo em outros idiomas. E no português x espanhol também não é diferente, o que acaba gerando dificuldades para os estudantes brasileiros.

Veja abaixo alguns exemplos de palavras que em português são definidas como femininas e que podem ser masculinas no espanhol, e vice-versa:

  • la sangre (o sangue)
  • la leche (o leite)
  • la sonrisa (o sorriso)
  • la miel (o mel)
  • el agua (a água)
  • el árbol (a árvore)

Dica: Semelhante aos falsos cognatos, para aprender a distinguir certas palavras femininas e masculinas em espanhol é preciso buscar expandir cada vez mais o vocabulário espanhol para que as chances de se confundir sejam cada vez menores.

6. Insistir no ‘también no’

A palavra “TAMBÉM” em português possui escrita e pronúncia muito semelhante no espanhol, sendo descrita como “TAMBIÉN”. No entanto, outra grande dificuldade dos brasileiros é simplesmente dizer “TAMBIÉN NO…” quando querem dizer “TAMBÉM NÃO…”.

Deste modo, a forma correta de dizer “TAMBIÉN NO…” é simplesmente utilizando a expressão “TAMPOCO”.

7. Usar SS

Nós brasileiros sabemos que existem diversas palavras em português com SS (ex: massa, pressão, sessão, entre muitas outras).

No entanto, nos deparamos com uma grande dificuldade, afinal, não existe “SS” em espanhol. Portanto a dica aqui é:  O “S” em espanhol sempre terá som de “SS” na pronunciação.

Exemplos:

  • passado – pasado
  • possessão – posesión
  • esse – ese

O espanhol pode parecer um idioma relativamente fácil por ser um dos mais próximos ao português. No entanto, o seu aprendizado não deve ser subestimado, ou seja, é preciso que o aluno se dedique a aumentar seu vocabulário por meio de áudios, leitura, vídeos e até mesmo pela produção de textos.

E você, tem dificuldades em aprender espanhol? Venha conhecer nossas unidade e veja como podemos ajudá-lo a aprender de uma forma mais dinâmica. 😉